Mundo

Governo decreta luto de três dias

O Níger observa desde ontem um período de luto nacional de três dias, para homenagear as 89 pessoas mortas no sábado, por alegados terroristas, num ataque a um campo militar perto da fronteira com o Mali.

Nigerinos rendem homenagem a soldados mortos sábado
Fotografia: DR

Segundo a AP, o Ministério da Defesa nigerino havia inicialmente estimado em 31 o número de soldados mortos após o ataque a um posto do Exército na cidade de Chinagodrar (oeste do Níger) na noite de sábado. Agora, o Governo elevou este balanço para 89 mortes.
Setenta e sete outros militantes foram mortos durante o ataque, fixando o número total de mortes para 166, informou o Governo num comunicado. Grupos terroristas estão especialmente activos no oeste do Níger, não muito longe das fronteiras com Mali e Burkina Faso. Alguns deles são leais à al-Qaeda, enquanto outros estão ligados ao Estado Islâmico.
Os embaixadores dos 15 países-membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas condenaram ontem firmemente o ataque que, na semana passada, matou 89 soldados no oeste do Níger e homenagearam as vítimas com um minuto de silêncio.
O Conselho de Segurança “condena firmemente este ataque”, declarou o presidente em exercício deste órgão da Organização das Nações Unidas (ONU) durante o mês de Janeiro, o embaixador do Vietname, Dang Dinh Quy.

Tempo

Multimédia