Mundo

Governo do Equador e movimento indígena chegam a acordo

O Governo do Equador e o movimento indígena chegaram a um acordo para revogar o Decreto 883, que eliminou o subsídio ao combustível e causou a actual onda de protestos no país.

Fotografia: DR

“Como resultado do diálogo, o Decreto 883 fica sem efeito, e é criada uma comissão para preparar um novo decreto”, anunciou, domingo à noite, o coordenador das Nações Unidas no Equador, Arnaud Peral, após várias horas de diálogo entre as partes nos arredores da capital, Quito.
A comissão será integrada pelas organizações do movimento indígena que participam no diálogo e pelo Governo equatoriano, com a mediação da ONU e da Igreja Católica do Equador. Arnaud Peral disse que o país encontra-se “numa situação séria e dramática há quase duas semanas”. “Houve mortes, feridos, pessoas que perderam empregos e sofreram pelas famílias.

Tempo

Multimédia