Mundo

Governo sírio recupera cidade de Alepo

O Governo sírio recuperou, hoje , o controlo da cidade de Alepo, e mantém a ofensiva contra o movimento ‘jihadista’ no Noroeste do país, segundo organizações internacionais e ‘media’ estatais.

Fotografia: DR

Alepo é a segunda cidade da Síria e capital de uma região com o mesmo nome que tinha sido tomada de assalto pelo movimento ‘jihadista’ do Estado Islâmico, tendo desde então sido alvo de sucessivos ataques por tropas internacionais e das forças leais ao Presidente Bahsar al-Assad.

Os ‘media’ sírios dizem que o Exército governamental conseguiu controlar Alepo, apoiado por ataques aéreos dos aliados russos.

O movimento ‘jihadista’ na região, controlado pela facção Hayat Tahrir al-Cham, domina ainda parte importante da região de Idelb e sectores adjacentes, como a região de Alepo, Hama e Latakia.

Após intensos ataques, ao longo dos últimos dias, as forças armadas governamentais conseguiram o controlo de todas as localidades ao redor de Alepo, pela primeira vez desde 2012, protegendo a cidade dos ataques rebeldes, de acordo como o Observatório de Direitos Humanos da Síria.

Segundo esta organização não-governamental, as forças sírias “progrediram rapidamente no Norte e Oeste da província de Alepo, após a retirada total das facções rebeldes”, tendo assumido o controlo de cerca de 30 aldeias.

A televisão estatal mostrou imagens de casas de Alepo onde os moradores celebravam a chegada das forças leais ao Governo sírio. O Exército sírio terá também controlado uma importante via de acesso que liga Alepo à capital Damasco.

Desde Dezembro, mais de 800 mil pessoas foram deslocadas da região, para fugir dos violentos conflitos que já provocaram mais de 380 mil mortes.

Apoiadas pela Rússia e Irão, as forças de al Assad têm conseguido multiplicar vitórias, nos últimos meses, tendo recuperado mais de 70 por cento do território.

Tempo

Multimédia