Mundo

Grupo armado corta abastecimento de água à cidade de Tripoli

Um grupo armado invadiu ontem a principal estação de distribuição de água da capital da Líbia e fechou as válvulas que abastecem Tripoli e as cidades do noroeste do país, afectando potencialmente cerca de dois milhões de pessoas, informou a ONU.

Fotografia: DR

Segundo a Lusa que cita o porta-voz daquela organização, Stephane Dujarric, em alguns distritos de Tripoli já se sente a baixa pressão da água e prevê-se que o “impacto total seja sentido nos próximos dois dias, a menos que as válvulas sejam reabertas.”
A Líbia tem sido vítima do caos e da guerra civil desde 2011, quando a comunidade ocidental eliminou Muammar Khadafi, que governava o país desde 1969. Os combates opõem as forças do Governo de Acordo Nacional, reconhecido pela ONU, ao Exército Nacional Líbio proclamado pelo marechal Haftar, homem forte do leste líbio que quer ocupar a capital do país.

Tempo

Multimédia