Mundo

Imperador japonês expressa pesar por actos de guerra do país

O imperador Naruhito do Japão expressou ontem “profundo pesar” pelos actos de guerra japoneses, no primeiro discurso na data que assinala o aniversário do final da II Guerra Mundial.

Fotografia: DR

“Ao olhar para o longo período de paz do pós-guerra e ao reflectir sobre o nosso passado, com sentimentos de profundo pesar, espero sinceramente que os estragos da guerra nunca mais se repitam”, disse Naruhito, durante as cerimónias do 74º aniversário do fim da II Guerra Mundial. No evento, realizado no Estádio Nippon Budokan, em Tóquio, perante mais de seis mil pessoas, incluindo representantes do Governo, políticos e familiares das vítimas, Naruhito também expressou “profunda tristeza” pelas vítimas mortais do conflito.

“Rezo pela paz no Japão e por mais desenvolvimento”, acrescentou o imperador. Cerca de 80 por cento dos participantes da cerimónia tinham mais de 70 anos. Às palavras de Naruhito, acompanhado pela imperatriz Masako, seguiu-se um minuto de silêncio em memória dos mortos e um discurso do Primeiro-Ministro Shinzo Abe.

Tempo

Multimédia