Mundo

Israel reforça contingente de tropas em Gaza

O Exército israelita anunciou ontem o envio de reforços para a Faixa de Gaza e a convocatória de reservistas, depois de um foguete lançado do território palestiniano ter provocado sete feridos ao norte de Telavive durante a madrugada.

Fotografia: DR

“Após uma avaliação da situação pelo Chefe do Estado Maior, enviámos duas brigadas para o reforço na zona do comando sul”, referiu o Exército numa mensagem publicada na rede social Twitter. A nota também anunciou que reservistas foram convocados para tarefas específicas, sem referir o número.
O Exército israelita responsabilizou o movimento islâmico Hamas pelo foguete lançado a partir da Faixa de Gaza. “Podemos confirmar que o Hamas foi o responsável pelo disparo de um foguete de fabrico local”, disseram os militares no Twitter.
O Primeiro-Ministro israelita decidiu encurtar a visita aos Estados Unidos e prometeu responder “com força” ao ataque proveniente da Faixa de Gaza, do qual resultaram sete feridos.

“Decidi, à luz dos eventos de segurança, encurtar a minha visita aos EUA”, disse Benjamin Netanyahu, acrescentando que vai encontrar-se com o Presidente norte-americano, Donald Trump, e que voltará logo de seguida a Israel “para dirigir as operações.”
Benjamin Netanyahu chegou no domingo a Washington para participar na conferência anual do lóbi pró-judaico American Israel Public Affairs Committee (AIPAC), que decorre até hoje.
“Um ataque criminoso foi cometido contra o Estado de Israel e nós responderemos com força”, sublinhou.

Tempo

Multimédia