Mundo

Johnson ganha primeira volta da eleição no Partido Conservador

O antigo ministro dos Negócios Estrangeiros britânico, Boris Johnson, foi o mais votado ontem, na primeira volta da eleição interna para a liderança do Partido Conservador, tendo sido eliminados três dos 10 candidatos.

Boris Johnson é o mais votado na primeira volta
Fotografia: DR

O antigo ministro dos Negócios Estrangeiros britânico, Boris Johnson, foi o mais votado, ontem, na primeira volta da eleição interna para a liderança do Partido Conservador, tendo sido eliminados três dos 10 candidatos.
O antigo Mayor de Londres Boris Johnson, considera-do o favorito para suceder a Theresa May, angariou 114 votos, seguido pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Jeremy Hunt (43), o ministro do Ambiente, Michael Gove (37), o ministro do Interior, Sajid Javid (23), o ministro da Saúde, Matt Hancock (20), e o ministro para o Desenvolvimento Internacional, Rory Stewart (19).
A antiga ministra do Trabalho Esther McVey (9), a antiga ministra dos Assuntos Parlamentares Andrea Leadsom (11) e o deputado Mark Harper (10) foram eliminados, por não terem atingido o mínimo necessário.
As regras introduzidas para esta eleição determinaram que os candidatos tinham de garantir o apoio de mais de cinco por cento dos 313 de-putados conservadores habilitados a votar, ou seja, pelo menos 17 votos.
Se tal não acontecesse, seria afastado aquele com menor número de votos.
A votação decorreu numa sala do Parlamento britânico equipada com cabines de votação, para garantir o segredo de voto, expresso num boletim.
Esta foi a primeira de uma série de votações para escolher um novo líder, que vai assumir também o posto de Primeiro-Ministro britânico no final de Julho, sucedendo a Theresa May na condução do processo do “Brexit” (saída do bloco europeu).
A segunda volta terá lugar na próxima terça-feira, 18 de Junho, entre as 15h00 e 17h00 locais, e são eliminados os candidatos com 32 votos ou menos, ou aquele com menos apoio.
No dia 19 realiza-se uma terceira volta, entre as 15h00 e 17h00, e o processo continua no dia 20, altura em que estão previstas uma série de votações a partir das 10h00 horas, para reduzir os candidatos a apenas dois finalistas. A partir de 22 de Junho, os cerca de 160 mil membros do Partido Conservador devem receber um boletim de voto, a enviar por via postal até 22 de Julho, sendo o vencedor anunciado nos dias seguintes.
Durante este processo, Theresa May mantém-se em funções, após ter renunciado formalmente à liderança do partido a 7 de Junho, mas deverá apresentar a demissão logo que o sucessor esteja definido.

 

 

Tempo

Multimédia