Mundo

Jornal venezuelano deixa de circular por falta de papel

Após 104 anos em circulação, o diário venezuelano “Panorama” circulou ontem impresso pela última vez devido à escassez de papel, elevando para 67 os meios de comunicação que fecharam total ou parcialmente desde 2013.

Fotografia: DR

“Esgotou-se o 'stock' de papel e todos os esforços para fazer a reposição. Devemos fazer uma pausa na impressão, mas continuamos conectados através de www.panorama.com.ve e em todas as nossas plataformas digitais, para continuar a ser referência do jornalismo”, explica-se na capa de terça-feira do jornal. Naquela que foi a sua última edição impressa, o “Panorama” explica que está a fazer “uma paragem no caminho”.
O “Panorama” impresso diz até breve aos seus leitores. Por mais que nos esforçássemos na administração do papel, este acabou e repô-lo no meio de um ambiente económico hostil tem sido impossível”, pode ler-se no jornal.

Tempo

Multimédia