Mundo

Legislativas marcadas para Outubro no Egipto

As eleições legislativas no Egipto, que se realizam de cinco em cinco anos, foram agendadas para Outubro e Novembro, informou, ontem, a Autoridade Nacional Eleitoral (ANE).

Cerca de 54 milhões de eleitores egípcios são chamados a votos em Outubro e Novembto
Fotografia: DR


O presidente da ANE, Lachine Ibrahim, adiantou, numa conferência de imprensa, que as duas voltas estão agendadas para os dias 24 e 25 de Outubro e 7 e 8 de Novembro, de acordo com a página na Internet do jornal governamental “al-Ahram”.

Para os milhões de egípcios na diáspora, a votação terá lugar de 21 a 23 de Outubro e de 4 a 6 de Novembro. Os resultados serão anunciados nos dias 1 e 15 de Novembro. O mandato do actual Parlamento, eleito em 2015, chega ao fim em Janeiro de 2021. Embora oficialmente dotada de prerrogativas importantes, há anos que os críticos denunciam o papel muito limitado da Câ-mara, agora apenas com um bloco de oposição insignificante, no debate público e na tomada de decisões políticas.

Em Agosto o Egipto elegeu o Senado, num sufrágio ganho principalmente por apoiantes do Presidente e marcado por uma reduzida afluência às urnas. Antigo Conselho Consultivo, o Senado foi reinstituído em 2019, através de uma reforma constitucional que prevê, também, a possível continuidade do Presidente Abdel Fattah al-Sissi no poder até 2030.

No final de Agosto, a Autoridade Eleitoral anunciou que iria remeter o assunto para o Ministério Público, para levar a tribunal os 54 milhões de eleitores egípcios, equivalente a mais de metade da população do país, que se abstiveram nas eleições para o Senado. Embora corra o risco de não se concretizar, o anúncio é altamente simbólico num país onde a oposição, tanto a islâmica como a democrática, é severamente amordaçada.

Tempo

Multimédia