Mundo

Líder do Podemos quer integrar a coligação

O secretário-geral do Podemos, Pablo Iglesias, reafirmou hoje em Madrid, perante os principais dirigentes do partido, que pretende governar com os socialistas, vencedores das legislativas e das europeias de Abril e Maio passado, respectivamente.

Secretário-geral do Podemos, Pablo Iglesias
Fotografia: DR

Pablo Iglésias, que intervinha perante o Conselho Cidadão Estatal - convocado na sequência dos maus resultados obtidos nas eleições europeias de 26 de Maio -, salientou que “as políticas mudam com os governos”.
O líder do Podemos voltou a defender esta posição depois de a 6 de Maio ter deixado claro que pretendia negociar com o Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) sem 'linhas vermelhas', contra a posição defendida pela delegação da Andaluzia, que pediu que ficasse de fora de um eventual Governo liderado pelo líder socialista Pedro Sánchez.
O secretário-geral do Podemos insistiu que o seu objectivo é o de “assumir riscos”, porque considera que a sua formação é “essencial para que certas mudanças ocorram”.
“É claro que governar com um parceiro que tem mais apoio eleitoral do que nós tem os seus riscos”, consentiu o líder do Podemos.
Pablo Iglesias disse que enfrenta “com ombros largos e ironia” um processo de negociação que será longo e está convencido de que se concretizou porque “o PSOE tem procurado a direita para o Governo, mas não a tem encontrado”.

Tempo

Multimédia