Mundo

Líder xiita regressa da Índia sem ter recebido tratamento médico

O líder do movimento xiita na Nigéria, Sheikh Ibraheem Zakzaky, regressou ontem ao país sem ter recebido tratamento médico na Índia para onde tinha sido autorizado a viajar no início da semana.

Fotografia: DR

Segundo a BBC, o Sheikh Ibraheem Zakzaky teria optado por voltar à Nigéria depois de as autoridades da Índia lhe terem dado um prazo de 48 horas para escolher o hospital onde queria ser tratado.
Em declarações àquela estação, o líder xiita disse que optou por regressar à Nigéria, onde disse ter anteriormente recebido ofertas de diversos países que aceitavam proporcionar-lhe o tratamento médico de que necessita para minimizar os efeitos das diabetes.
Sheikh Ibraheem Zakzaky e a sua esposa, Zenaat, esteve detido nos arredores de Abuja desde 2015, tendo os seus apoiantes realizado várias manifestações a exigirem a sua libertação.
A violência desse protesto levou as autoridades nigerianas a ilegalizarem a organização, o Movimento Islâmico na Nigéria,
e a mantê-lo detido até à realização de um julgamento por incitação à desordem e ao apelo à realização de um golpe de Estado.

Tempo

Multimédia