Mundo

Líder iraniano critica unilateralismo dos EUA

O Presidente do Irão, Hassan Rohani, afirmou que as medidas unilaterais que estão a ser tomadas pela administração dos Estados Unidos são uma “ameaça” regional e global, durante o discurso na cimeira da Organização para a Cooperação de Xangai (SCO), que terminou ontem em Qingdao, cidade litoral do leste da China.

Hassan Rohani e Narendra Modi discursaram em Xangai
Fotografia: DR


“Os esforços dos EUA no sentido de impor as suas políticas para os demais crescem  como uma ameaça para todos”, afirmou Rohani no plenário da cimeira em Qingdao, da qual também participaram os Presidentes da China, Xi Jinping, e russo, Vladimir Putin, entre outros líderes da região euroasiática.
“Um exemplo recente do unilateralismo dos EUA é a sua retirada do Plano de Acção Conjunta e Completa (JCPOA), apesar de o Irão até agora ter cumprido com as suas obrigações, e isso foi confirmado pela Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA)”, defendeu Rohani.
O presidente iraniano aproveitou a viagem à China para agradecer ao país anfitrião e à Rússia, participantes da cimeira e signatários do JCPOA, por se manterem no pacto assinado em 2015.

Tempo

Multimédia