Mundo

Mais de 50 pessoas foram detidas em Paris

Pelo menos cinquenta e nove pessoas foram detidas ontem em Paris para impedir incidentes violentos nas manifestações dos “coletes amarelos”, que nas primeiras horas reuniram mais de mil pessoas na capital francesa, uma mobilização menor do que a registada na semana passada, informou a Polícia, segundo a agência de notícias Efe.

Número de manifestantes foi menor nos protestos de ontem
Fotografia: DR

Há uma semana por volta das 11h00 locais, as forças de ordem tinham detido pelo menos 278 pessoas por fazerem parte de grupos susceptíveis de promover actos violentos ou por estarem em posse de objectos que poderiam ser utilizados para o efeito.
Este foi o quinto sábado consecutivo de manifestações. A de sábado passado convocou cerca de 125 mil pessoas em toda a França e 10 mil na capital. Os “coletes amarelos” mantiveram este novo dia de manifestação, apesar das medidas anunciadas na segunda-feira passada pelo Presidente, Emmanuel Macron, a favor do poder aquisitivo.
Como nas últimas semanas, a avenida dos Campos Elísios foi o epicentro da convocação em Paris, rodeado de um amplo esquema de segurança que incluiu revistas em quem quisesse ter acesso ao local.
Todas as linhas de metro nas proximidades foram interditadas e as rotas dos autocarros desviados.
Da mesma forma que na semana passada, diversos monumentos, museus e lojas da capital fecharam as portas como medida de segurança, como o Arco do Triunfo, o Panteão, o Petit Palais e o Museu de Arte Moderna.
Segundo a Polícia, o esquema de segurança foi semelhante ao da semana passada, quando 8 mil agentes foram apoiados por camiões com mangueiras de água e inclusive por blindados da Gendarmaria para desmontar barricadas.

Tempo

Multimédia