Mundo

Mandato da Missão das Nações Unidas no mali foi prorrogado por um ano

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) renovou, no fim-de-semana, por unanimidade, o mandato da Missão das Nações Unidas no Mali (Minusma) até 30 de Junho de 2020, confirmou à Panapress fonte próxima da missão da ONU em Bamako.

Fotografia: DR

 A missão, segundo uma resolução do Conselho de Segurança, é autorizada a utilizar todos os meios necessários para cumprir o seu mandato.
A sua principal prioridade estratégica continua a dar apoio à aplicação do Acordo de Paz, pelo Governo maliano, por grupos armados, bem como por outras partes envolvidas, referiu a mesma fonte. A instituição decidiu, por outro lado, que os efectivos da Minusma manterão o mesmo nível, ou seja, no máximo, 13.289 militares e 1.920 polícias. A sua segunda prioridade estratégica, segundo a mesma fonte, concerne particularmente ao centro do Mali, para o qual a Minusma deve facilitar a implementação de uma estratégia global dirigida com base no plano político pelo Mali, a fim de proteger os civis, reduzir a violência inter-comunitária e
restabelecer a autoridade e a presença do Estado.

 

Tempo

Multimédia