Mundo

Manifestação em Varsóvia contesta restrições para conter pandemia

Várias centenas de pessoas manifestaram-se hoje em Varsóvia contra as restrições impostas pelo Governo polaco para tentar conter a pandemia do coronavírus.

Fotografia: DR

Organizada, entre outros, por uma associação que se opõe à vacinação obrigatória, a manifestação "Acabar com a pandemia! Chega de mentiras!" começou em frente à sede do parlamento polaco, tendo depois seguido em direção ao centro da capital, até à sede da televisão pública TVP, que os manifestantes acusam de mentir sobre a pandemia.

Entoando palavras de ordem como "Chega de mentiras, chega de máscaras" ou "Liberdade, liberdade!", os manifestantes ostentaram cartazes onde se lia "Bill Gates na prisão", "Covid 1984, Os direitos do Homem", "O vírus da propaganda" ou "Não permitiremos um novo 'lockdown'!". Reclamaram, ainda, a demissão do Governo polaco.

Durante a manifestação, os participantes cumpriram um minuto de silêncio em memória das pessoas mortas "na sequência do bloqueio dos serviços médicos", devido à pandemia.

Segundo os dados divulgados hoje pelo Ministério da Saúde polaco, 73.650 pessoas foram contaminadas com a covid-19 no país e 2.182 morreram.

A pandemia de Covid-19 já provocou pelo menos 916.372 mortos e mais de 28,5 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

 



Tempo

Multimédia