Mundo

Manifestantes em Moscovo exigem eleições autárquicas livres e justas

Mais de dez mil pessoas, incluindo figuras da oposição na Rússia, juntaram-se ontem no centro de Moscovo para exigir eleições autárquicas livres e justas, noticiou a agência Lusa.

Fotografia: DR

Os números foram avançados pela organização não governamental 'White Counter', especializada em contagem de manifestantes.
A oposição tinha apelado à concentração depois de as autoridades russas invalidarem o registo de cerca de 30 candidatos às eleições para o Parlamento da cidade de Moscovo, um escrutínio previsto para Setembro próximo.
Entre os manifestantes estavam aliados de Alexei Navalny, que é considerado o principal líder da oposição na Rússia, ainda que não esteja ligado a qualquer partido político. Navalny é advogado, activista e bloguer.

Tempo

Multimédia