Mundo

Marinha da Líbia alerta para naufrágio

Um total de 100 migrantes estão desaparecidos depois do barco em que viajavam ter naufragado ao largo da Líbia, disse ontem o porta-voz da marinha líbia, que citou alguns sobreviventes resgatados depois de três dias no mar.

Autoridades da marinha líbia informam que mais de 100 migrantes continuam desaparecidos
Fotografia: Stringer | afp

De acordo com o general Ayoub Kacem, citado pela agência de notícias AFP, “pelo menos sete sobreviventes” ficaram três dias no mar antes de serem resgatados na quarta-feira.
O responsável disse não estar em condições de dar mais informações sobre o naufrágio da embarcação em que estes migrantes viajavam, e que terá ocorrido no Mediterrâneo, em Sabratha, a oeste de Tripoli.
Esta cidade, conhecida por ser uma plataforma de partida de migrantes para a Europa, tem sido palco desde domingo de violentos combates entre grupos armados rivais.
Na semana passada, mais de 3.000 migrantes foram escoltados para terra pela guarda costeira da Líbia, e outros 2.000 conseguiram chegar a Itália, de acordo com um relatório elaborado por várias fontes oficiais e pela imprensa italiana.
A Itália registou 6.500 chegadas de migrantes desde meados de Julho até agora.

Tempo

Multimédia