Mundo

Mauritânia volta a proibir orações de sexta-feira em grupo

A Mauritânia proibiu, hoje, novamente, a oração, em grupo, dos muçulmanos à sexta-feira, depois de 20 novos casos de infecção pelo novo coronavírus terem surgido e uma morte ter sido notificada em dois dias no país.

Fotografia: DR

A proibição foi anunciada num comunicado do Ministério de Assuntos Islâmicos, o departamento responsável pelas mesquitas, que todas as sextas-feiras atraem uma grande concentração de fiéis conhecidos pelo seu apego às orações em grupo. Em meados de Março, a Mauritânia proibiu essas orações pela primeira vez como parte das medidas de prevenção da Covid-19. Posteriormente, após declarar que o país estava livre da doença e os últimos infectados curados, o Governo autorizou novamente a realização das orações em grupo.

Tempo

Multimédia