Mundo

Milhares de crianças necessitam de ajuda

Mais de meio milhão de crianças necessitam urgentemente de ajuda humanitária na Líbia, alertou na quinta-feira o representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância no Médio Oriente e norte de África, Geert Cappelaere, na sequência de uma visita àquele país.

Crianças são as principais vítimas da situação de caos
Fotografia: Mahmud Turkia| AFP


Cappelaere alertou também sobre a extrema vulnerabilidade das mais de 80 mil crianças que se viram obrigadas a deslocar-se internamente por causa da violência diária e da ameaça permanente de milícias e traficantes de pessoas.
“Seis anos depois do início da crise na Líbia, cerca de 550 mil crianças necessitam de assistência, devido à instabilidade política, ao conflito que acontece, ao deslocamento e ao colapso económico. A extrema violência em algumas partes do país obrigou famílias inteiras a abandonarem as casas. As mais de 80 mil crianças que estão em situação de deslocamento interno são especialmente vulneráveis à exploração, incluindo aquelas que estão em centros de detenção”, afirmou.
Neste contexto, Cappelaere lembrou que, desde 2011, o Unicef tem aumentado a ajuda ao território e mais de 1,3 milhão de crianças já foram vacinadas contra a poliomielite. “O Unicef pretende que toda a equipa internacional regresse e opere a partir de Outubro.

Tempo

Multimédia