Mundo

Ministra zimbabweana foi detida por corrupção

A ministra do Turismo do Zimbabwe, Prisca Mupfumira, foi detida ontem para ser interrogada pela Comissão Anti-corrupção do país (ZACC).

Fotografia: DR

"Podemos confirmar que a ministra do Turismo está actualmente sob nossa custódia para interrogatórios e possíveis processos judiciais", informou a ZACC, na conta oficial na plataforma Twitter.
A mesma fonte disse que não pode responder a nenhuma pergunta, de momento, porque "este é um processo em curso". De acordo com a agência noticiosa EFE, os oito membros da Comissão Anti-corrupção prestaram juramento há dez dias ao Presidente do Zimbabwe, Emmerson Mnangagwa, que prometeu combater a corrupção e deu poderes à comissão para prender suspeitos, fazer registos e apreender provas.
Segundo a EFE, Prisca Mupfumira é uma das principais autoridades do Governo do Zimbabwe supostamente relacionada com um caso de corrupção da Autoridade Nacional de Segurança Social, o fundo estadual de pensão e benefícios sociais no país.
O Zimbabwe é actualmente um dos 20 países mais corruptos do mundo, de acordo com a organização Transparency International.
O Presidente Mnangagwa, de 76 anos, substituiu Robert Mugabe depois deste ter sido afastado do poder por militares em Novembro de 2017.

Tempo

Multimédia