Mundo

Moçambicanos continuam a elogiar os gestos de paz

As organizações da sociedade civil moçambicanas consideram que o encontro de domingo entre o Presidente moçambicano Filipe Nyusi e o líder da Renamo Afonso Dhlakama acende “uma luz de esperança” de paz para os moçambicanos.

Chefe de Estado visitou Dhlakama na Gorongosa
Fotografia: Santos Pedro|Edições Novembro


“A sociedade civil encara este acto não só como uma das formas mais altas de demonstração de vontade política das duas partes, mas também como uma luz de esperança para as moçambicanas e moçambicanos”, diz um comunicado assinado por oito fóruns e organizações da sociedade civil moçambicanos  divulgada sexta-feira em Maputo. A sociedade civil moçambicana, prossegue o comunicado, acredita e está confiante de que o Presidente da República e o líder da Renamo   vão continuar  a trilhar o “caminho da esperança, respeito pela vida, prosperidade, crescimento e do desenvolvimento” do país.
No comunicado, as oito organizações reiteram a disponibilidade para contribuírem para o processo de construção de uma paz efectiva, sustentável e de reconciliação nacional. />O comunicado, em forma de carta, é subscrito pelo Fórum das Organizações da Sociedade Civil para os Direitos da Criança (ROSC), Fórum Nacional de Rádios Comunitárias (FORCOM), Centro de Capacitação e Aprendizagem da Sociedade Civil (CESC), Fundação para o Desenvolvimento da Comunidade (FDC), Coordenação para a Mulher no Desenvolvimento (Fórum Mulher), Associação das Mulheres de Carreira Jurídica (AMMCJ), Fundação MASC e Liga das ONG de Moçambique (Joint).
O Presidente moçambicano, Filipe Jacinto Nyusi, e o líder máximo da Renamo, Afonso Dhlakama, encontraram-se no domingo nas matas da  serra da Gorongosa, centro, num frente-a-frente não previamente anunciado, para debater a questão da paz no país, renovando no seio dos moçambicanos a esperança de uma estabilidade duradoira.

Tempo

Multimédia