Mundo

Moçambique: Autoridades evitam entrada ilegal de 39 cidadãos do Malawi

Um total de 39 malawianos, entre os quais dois bebés, com menos de 1 ano, foram detidos, quarta-feira, por imigração ilegal em Inhambane, no sul de Moçambique, disse à Lusa fonte das autoridades de migração.

Fotografia: DR

Os 39 malawianos, dos quais 22 homens, 15 mulheres e dois bebés, foram interpelados no posto de controlo policial de Lindela, distrito de Jangamo, disse a porta-voz. O grupo, que terá entrado ilegalmente no país através da província de Tete, no centro, vai ser reencaminhado pelas autoridades de regresso ao país de origem. Segundo as autoridades, o motorista do autocarro não sabia que se tratava de pessoas em situação ilegal, principalmente porque falavam uma língua parecida com a que é falada na província de Tete, de onde partiram

Tempo

Multimédia