Mundo

Moçambique vai aumentar importação de gás doméstico

Moçambique vai aumentar a importação de gás doméstico em 1.100 toneladas no segundo semestre deste ano, anunciou hoje a Importadora Moçambicana de Petróleos (Imopetro).

Moçambique vai importar gás doméstico para suprir necessidades da população
Fotografia: DR

Em comunicado, a entidade encarregue pelo Governo moçambicano da importação de combustíveis refere que o país vai importar 26.350 toneladas de Gás de Petróleo Liquefeito (GPL), designação de gás doméstico, face às 25.250 toneladas nos últimos seis meses.
Aquela entidade não indica as razões por detrás do aumento, mas a Direcção Nacional de Hidrocarbonetos e Combustíveis afirmou recentemente que o aumento na procura de gás e a consequente escassez poderá estar relacionada com a exiguidade de lenha usada por muitas famílias moçambicanas para cozinha.
A Imopetro lançou um concurso para seleccionar a entidade que vai assegurar a compra do produto no mercado internacional e vai apreciar as propostas das instituições interessadas até 24 de Julho deste mês.
Os candidatos ao negócio de importação de gás de cozinha devem apresentar uma garantia bancária de 100 mil dólares (88.900 euros).

 

Tempo

Multimédia