Mundo

Mugabe é sepultado no Campo dos Heróis

A família de Robert Mugabe aceitou que o ex-Presidente do Zimbabwe seja sepultado no monumento dedicado aos “heróis da nação”, em Harare, capital do país, reveou hoje um porta-voz dos familiares.

Fotografia: DR

“Sim, eu confirmo”, disse Leo Mugabe, um dos sobrinhos do ex-Presidente do Zimbabwe, à imprensa após vários dias de tensão entre as autoridades e a família, que preferiam que este fosse sepultado na aldeia natal.
Na quinta-feira, a família do antigo Chefe de Estado tinha dito que Robert Mugabe seria enterrado no início da próxima semana na sua cidade, Zvimba, e não no monumento dedicado “aos heróis da nação”, alegando que foi essa a vontade manifestada pelo ex-Presidente.
O corpo de Mugabe, falecido na semana passada aos 95 anos, chegou ao início da tarde de quarta-feira a Harare, onde foi recebido com honras militares pelo Presidente do Zimbabwe, Emmerson Mnangagwa.
Os restos mortais do líder da independência do Zimbabwe - que governou o país durante 37 anos até ser afastado do poder, em 2017 - serão sepultados domingo. />Proveniente de Singapura, onde o antigo Chefe de Estado esteve em tratamento nos últimos meses, o avião que transportava o corpo de Robert Mugabe aterrou no aeroporto de Harare, que tem o seu nome, ao início da tarde de quarta-feira.
Entretanto, um tumulto no velório de Mugabe causou quinta-feira, pelo menos cinco feridos, que tiveram de ser transportados de maca para fora do estádio nos arredores da capital Harare, onde decorriam as cerimónias públicas, e que contaram com a presença de milhares de pessoas.
De acordo com a agência Associated Press, a confusão começou no momento em que o caixão foi aberto para que as pessoas pudessem ver Robert Mugabe, a quem muitos zimbabweanos chamavam de “pai”.
Refira-se que no final da cerimónia, um helicóptero militar levou o caixão com o corpo do antigo Presidente para a casa onde vivia, em Harare.

Tempo

Multimédia