Mundo

Netanyahu ameaça Hamas

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, ameaçou ontem  infligir “golpes muito dolorosos” ao Hamas devido a um recrudescimento da violência na Faixa de Gaza, controlada por este movimento  palestiniano.

Fotografia: DR

 “O Hamas aparentemente não compreendeu a mensagem: se não parar os seus ataques, acabarão de uma outra maneira, sob a forma de golpes muito dolorosos”, advertiu Netanyahu durante o Conselho de Ministros.
“Estamos muito próximos de outro tipo de acção (…) Se o Hamas for inteligente, acabará com o fogo e a violência agora”, adiantou. Israel quer que o Hamas acabe com os protestos junto à barreira de segurança que separa o enclave do território israelita e que são realizados, sobretudo às sextas-feiras, desde 30 de Março no âmbito da “marcha do retorno”.
Os soldados israelitas têm respondi-do com gás lacrimogéneo e fogo real às manifestações, que visam denunciar o bloqueio israelita imposto à Faixa de Gaza há mais de 10 anos e exigir o direito de regresso dos palestinianos às terras de onde fugiram ou foram expulsos quando o Estado israelita foi criado em 1948.

Tempo

Multimédia