Mundo

Níger acolhe vinte mil refugiados da Nigéria

Um recente ataque violento, no noroeste da Nigéria, forçou mais de 20 mil pessoas a fugir para o Níger, informou o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), citado pela agência de notícias “Xinhua”.

Depois de chegar à região de Maradi, no Níger, as pessoas que fugiram da Nigéria relataram o testemunho de violência contra civis, incluindo ataques de facções e sequestros. No entanto, a agência da ONU observa que este último ataque não está relacionado com o grupo Boko Haram. As pessoas fugiram por diversas razões, incluindo confrontos entre agricultores e criadores de gado, pertencentes a diferentes grupos étnicos. />O ACNUR refere que está preocupado com a deterioração da segurança na Nigéria e está a trabalhar de perto com as autoridades, para fornecer auxílios básicos e registar recém-chegados. Muitos dos recém-chegados instalaram-se perto da fronteira com a Nigéria, onde o risco de incursões armadas continua muito alto. O ACNUR explora, com o Governo, a possibilidade de transferi-los para cidades e aldeias mais para o interior.

Tempo

Multimédia