Mundo

Nigéria e Camarões repatriam vítimas do Boko Haram

A Nigéria e os Camarões iniciaram, com apoio do Alto- Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), um processo para o repatriamento voluntário de deslocados provocado pelo grupo Boko Haram, anunciou sexta-feira a agência da ONU.

Fotografia: DR

O primeiro repatriamento aconteceu sexta-feira, com 133 refugiados nigerianos de 23 famílias a serem transportadas do campo camaronês de Minawao para Yola, no Nordeste da Nigéria. A operação, resultado de um acordo tripartido entre os países e o ACNUR, pretende apoiar o regresso e a reintegração de quem deseja voltar à Nigéria de forma voluntária e, assim, aliviar a situação na fronteira. “Esta operação de repatriamento foi preparada durante muito tempo com as autoridades camaronesas e nigerianas dos dois lados da fronteira.

 

Tempo

Multimédia