Mundo

Nyusi faz balanço positivo de mandato

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, manifestou-se sexta-feira “orgulhoso” do balanço dos dois anos e meio de mandato, mas reconheceu que há ainda muito por fazer para que o crescimento do país tenha impacto em todos os moçambicanos.

Chefe de Estado moçambicano comprometido com a paz
Fotografia: Antonio Mavila| Beira


“Embora estejamos orgulhosos por aquilo que conseguimos fazer, no meio de muitas adversidades, nunca descansaremos. Há ainda muito trabalho por realizar”, referiu o Chefe de Estado numa mensagem de balanço divulgada na comunicação social.
Na mensagem, Filipe Nyusi assinala que tomou posse, a 15 de Janeiro de 2015, num momento difícil, mas volvidos dois anos e meio, o seu Governo alcançou muitos progressos.
Sustentou, na nota, que apesar destes desafios, os últimos dois anos e meio foram de muitas actividades, sublinhando que aumentaram o seu apoio aos agricultores para que mais produção fosse feita em Moçambique, induzindo a redução de preços no mercado.Ao longo deste período, prossegue no texto, o Governo promoveu a asfaltagem e manutenção de milhares de quilómetros de estradas e a construção de linhas férreas para tornar Moçambique acessível às populações e aos empresários.
“Conseguimos prover energia eléctrica a 380.735 habitações, o que representa 30 por cento de cobertura e concluímos sistemas de abastecimento, fazendo chegar a água a mais de 360 mil moçambicanos”, refere na mensagem.
Durante a metade do mandato, foram ainda construídas novas infra-estruturas hoteleiras e de restauração, resultando na entrada de pelo menos dois milhões de turistas.
Na mensagem, Filipe Nyusi faz também menção à actual situação política do país, defendendo que o diálogo franco, aberto e sem preconceitos, com todas as forças vivas da sociedade, incluindo a Renamo, principal partido de oposição, permitiu que o país alcançasse “uma paz relativa”.

Tempo

Multimédia