Mundo

OMS afirma que população está longe de alcançar imunidade de grupo

O planeta ainda está longe de alcançar a imunidade colectiva ao novo coronavírus que permita que um grande número de pessoas com anticorpos impeça a propagação da doença Covid-19, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Fotografia: DR

A imunidade de grupo a um vírus é normalmente alcançada com a vacinação e a maioria dos cientistas estima que pelo menos 70 por cento da população deve ter anticorpos para prevenir um surto. “Não devemos viver na esperança de alcançar a imunidade colectiva”, afirmou o director de emergência sanitária da OMS Michael Ryan, na conferência de imprensa de hoje em Genebra.

“Como população global, não estamos nem perto dos níveis de imunidade necessários para impedir a transmissão desta doença. Esta não é uma solução e não é uma solução que devemos procurar”, acrescentou. A maioria dos estudos indicam que apenas cerca de 10 a 20 por cento das pessoas têm anticorpos ao novo coronavírus.

Para Bruce Aylward, conselheiro do Director-geral da OMS, qualquer campanha de imunização em massa com uma vacina para a Covid-19 teria como objectivo cobrir muito mais de 50 por cento da população mundial.

“Queremos alcançar uma alta cobertura (de anticorpos) e não nos iludirmos por uma sugestão perigosamente sedutora de que a imunidade de grupo pode ser baixa”, sustentou.

 

Tempo

Multimédia