Mundo

Operação do Exército prende centenasde militantes do Boko Haram

As autoridades militares da Nigéria anunciaram ontem que soldados prenderam mais de 400 pessoas associadas ao grupo extremista Boko Haram, escondidos nas ilhas de Lake Chad, incluindo combatentes, esposas e crianças.

Fotografia: AFP

  
A operação de duas semanas culminou no maior número de detenções de combatentes do Boko Haram nos últimos meses no nordeste da Nigéria, disse o coronel Onyema Nwachukwu.
A operação incluiu ataques aéreos e terrestres.
O militar adiantou que nos ataques vários rebeldes do Boko Haram foram mortos, mas não referiu mais detalhes. Entre os detidos encontravam-se 167 combatentes do Boko Haram, 67 mulheres e 173 crianças, que vão ser entregues às autoridades.
Outros 57 combatentes foram detidos durante outra operação, numa diferente zona da região.
O grupo Boko Haram é responsável por mais de 20 mil mortos durante oito anos de guerra.

Tempo

Multimédia