Mundo

PAIGC convidado a entrar no Governo

O Chefe de Estado guineense recebeu, quarta-feira, uma delegação da direcção do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) para análise da situação política no país, convidando-o a integrar o Governo.

Fotografia: DR

Uma fonte do PAIGC revelou à AFP que o partido liderado por Domingos Simões Pereira recebeu a proposta do Presidente da República “para integrar o actual Governo”, liderado por Nuno Gomes Nabiam.

“Falamos e vamos transmitir aquilo que foi a nossa discussão com o Presidente da República. O PAIGC vai tomar as providências devidas e vamos voltar ao assunto com ele”, disse a segunda vice-presidente do “partido dos libertadores”, Odete Semedo, à saída da reunião com o Presidente guineense.
Odete Semedo, que chefiou a delegação do PAIGC, adiantou que a direcção superior do partido terá que analisar a proposta feita pelo Chefe de Estado, antes da próxima reunião com Sissoco Embaló.

Trata-se do primeiro encontro entre Embaló e a direcção do PAIGC, desde que o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) confirmou o actual Chefe de Estado na Presidência da República, colocando um ponto final no processo eleitoral.
O contencioso fora interposto por Domingos Simões Pereira na instância suprema da Justiça, depois de ter sido declarado pela Comissão Nacional de Eleições (CNE), derrotado na segunda volta das presidenciais, realizadas em Dezembro de 2019.

Tempo

Multimédia