Mundo

Papa pede corredores para ajudar migrantes em situação vulnerável

O Papa pediu, domingo, a organização de corredores humanitários para ajudar os migrantes mais vulneráveis, apelando à indignação da comunidade internacional perante ataques como o do bombardeamento de um centro de migrantes, ocorrido na semana passada na Líbia.

Fotografia: DR

“Embora tenham passado alguns dias, convido-vos a rezar pelas pobres pessoas assassinadas ou feridas num ataque aéreo que atingiu um centro de migrantes na Líbia”, convidou Francisco, durante a oração do Ângelus dominical, de acordo com a Efe. Perante os fiéis na Praça de São Pedro, o Papa considerou que “a comunidade internacional não pode tolerar acontecimentos tão graves.”
“Rezo pelas vítimas. Que o Deus da paz acolha os defuntos”.
Espero que se organize, de uma forma ampla e concertada, corredores humanitários para os migrantes mais vulneráveis”, acrescentou.
Segundo a ONU, 56 pessoas morreram e 130 ficaram feridas na sequência de um ataque aéreo que atingiu, na noite da passada terça-feira o centro de migrantes.

Tempo

Multimédia