Mundo

Pequim envia protestos contra acusação dos EUA

A China enviou um protesto formal ao Governo dos Estados Unidos da América (EUA) em resposta a um relatório do Pentágono, sede do Ministério da Defesa, no qual se afirma que a Força Aérea Chinesa está a treinar para um hipotético ataque aos EUA.

 

"Expressamos a nossa total oposição ao relatório", pode ler-se no comunicado do Ministério da Defesa chinês, no qual se classifica a análise do Pentágono de "puras conjecturas" e assegura que a modernização das forças armadas chinesas têm o único propósito de "proteger a soberania e os interesses do país, garantindo segurança e paz, estabilidade e prosperidade global". A nota oficial pede ao Governo de Washington que abandone a "mentalidade da Guerra Fria" e descreve como "razoáveis" as melhorias que a China está a promover, tanto no que diz respeito ao armamento quanto no ciberespaço.

 

 

Tempo

Multimédia