Mundo

Polaco cancela visita a Israel após afirmações “racistas” de Netanyahu

Primeiro-Ministro polaco, Mateusz Morawiecki, cancelou a participação no encontro internacional organizado pelo grupo de Visegrado - Polónia, República Checa, Hungria e Eslováquia -, depois de o Primeiro-Ministro israelita, Benjamin Netanyahu e do ministro dos Negócios Estrangeiros, Israel Katz, terem feito afirmações polémicas sobre a Nação polaca e o envolvimento no Holocausto que este considerou “racistas” e “inaceitáveis.”

Fotografia: DR

Na passada quinta-feira, o Primeiro-Ministro israelita afirmou que os polacos tinham colaborado com o Holocausto durante a II Guerra Mundial, numa conferência sobre o Médio Oriente em Varsóvia. Posteriormente, os representantes de Netanyahu fizeram um comunicado dizendo que as afirmações do Primeiro-Ministro tinham sido mal interpretadas pelo The Jerusalem Post e que este queria culpabilizar membros individuais e não toda a Nação. O jornal acabou por publicar uma notícia corrigida, confirmando o comunicado.

Tempo

Multimédia