Mundo

Polícia abatido a tiro por separatistas Anglófonos nos Camarões

Um polícia camaronês foi segunda-feira morto por separatistas armados na região sudoeste do país, soube-se segunda-feira de fonte militar.

Fotografia: DR

Segundo a agência Xinhua, o polícia foi atingido quando um grupo de separatistas abriu fogo numa procissão na localidade de Eyumojock.
O general René Claude Meka, chefe do Estado-Maior do Exército, tinha dito na véspera que a situação na parte anglófona dos Camarões estava “sob controlo” após uma visita de avaliação no terreno. Representando 20 por cento da população camaronesa, predominantemente de língua francesa, a minoria de língua inglesa considera-se marginalizada pelo Governo central há décadas. O movimento secessionista armado nasceu na região em Outubro de 2017. A crise causou já mais de 430 mil deslocados internos, de acordo com as Nações Unidas e, pelo menos, 300 soldados mortos
em confrontos com separatistas. Não há estatísticas oficiais sobre o número de separatistas mortos.

Tempo

Multimédia