Mundo

Procuradores recorrem da decisão de libertar Laurent Gbagbo

Os procuradores do Tribunal Penal Internacional de Haia formalizaram ontem o recurso da decisão tomada na véspera para a libertação imediata do antigo Presidente da Costa do Marfim, Laurent Gbagbo. Com a interposição deste recurso, a libertação de Gbagbo fica temporariamente suspensa, devendo durante o dia de hoje ser tomada uma decisão em relação ao assunto.

Fotografia: DR

Os advogados de defesa de Gbagbo também apelaram ontem para que o seu cliente possa aguardar em liberdade pela decisão judicial do recurso apresentado pelos procuradores, à semelhança do que sucedeu em relação a Jean-Pierre Bemba que se encontra em liberdade condicional à espera de uma decisão definitiva sobre o seu processo no Tribunal de Haia.


Tempo

Multimédia