Mundo

Putin ordena grandes manobras e inspecções militares

O presidente russo, Vladimir Putin, ordenou manobras e inspecções surpresa envolvendo 150.000 militares de infantaria, força aérea e marinha, para avaliar a capacidade de garantir a segurança do sudoeste da Rússia, anunciou hoje o Ministério da Defesa.

Fotografia: DR

Os três ramos das Forças Armadas, incluindo as frotas do Norte e do Pacífico, estarão envolvidos em 56 exercícios tácticos em 35 bases terrestres e 17 bases marítimas, nomeadamente nas zonas do Mar Negro e do Mar Cáspio.

"No total vão ser sujeitos a uma inspecção surpresa 149.755 homens, 26.820 peças de armamento e equipamentos militares, 414 aeronaves, 106 navios e embarcações auxiliares", precisou o Ministério.

Estas medidas visam garantir "a segurança do sudoeste da Rússia, onde existe um sério risco de terrorismo", e preparar as manobras militares "Cáucaso-2020" previstas para Setembro.

Vladimir Putin, no poder há mais de 20 anos, gaba-se de ter conseguido reconstruir o poder militar da Rússia, fortemente afectado pela crise que se seguiu ao fim da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS).

 

Tempo

Multimédia