Mundo

Quénia retira embaixador na Somália por divergência na fronteira marítima

O secretário de Relações Exteriores do Quénia, Macharia Kamau, anunciou ontem a retirada do seu embaixador na Somália e pediu ao diplomata somali que deixe o país, por causa de uma suposta ocupação de território marítimo pela Somália.

Macharia Kamau
Fotografia: DR

Kamau disse que a retirada do embaixador é a consequência “de uma decisão lamentável e escandalosa do Governo da Somália de leiloar blocos de petróleo e gás no território marítimo do Quénia, que faz fronteira entre os dois países.”
O Quénia e a Somália estão envolvidos numa disputa legal no Tribunal Internacional de Justiça sobre as suas águas territoriais no oceano Índico. O responsável afirmou que a ocupação do território é equivalente a um acto de agressão contra o povo do Quénia e os seus recursos.

Tempo

Multimédia