Mundo

Rebeldes sírios anunciam rendição nos Montes Golã

Os rebeldes no Sul da Síria chegaram a um acordo com a Rússia, aliada do Governo de Damasco, para uma rendição negociada numa área sensível de fronteira com os Montes Golã, na parte anexada por Israel, anunciou ontem uma organização.

Fotografia: DR

“O acordo prevê um cessar-fogo, abandono [pelos rebeldes] de armas de médio e grosso calibre e o retorno das instituições do Governo” sírio, disse o director do Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), Rami Abdel Rahmane, à agência de notícias francesa AFP.
Segundo a agência oficial síria Sana, o acordo permitirá que o Governo recupere as suas posições anteriores a 2011, data do início da guerra na Síria.
Desde 2012, os rebeldes controlam a maioria da província de Qouneitra e a zona tampão que separa este território dos montes Golã ocupados por Israel.
A Polícia assumirá o controlo do território situado na zona tampão, acrescentou Rami Abedl Rahmane à AFP, observando que os rebeldes que recusarem o acordo poderão ir para o território rebelde no Norte da Síria.

Tempo

Multimédia