Mundo

Recep Erdogan exige respeito a Washington

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, criticou ontem  as acusações de Wa-shington contra a ofensiva militar em Afrine, no noro-este da Síria, e exigiu que os Estados Unidos respeitem a Turquia.

 

Líder turco defende operação turca na cidade de Afrine
Fotografia: DR

Recep Tayyip Erdogan falava depois de na segunda-feira o Departamento de Estado norte-americano ter manifestado preocupação com a situação dos civis em Afrine, um bastião da milícia curda síria Unidades de Protecção do Povo (YPG).
“Onde estavam quando vos falámos das nossas pre-ocupações, quando vos propusemos eliminar juntos os terroristas?”, perguntou Re-cep Tayyip Erdogan num discurso em Ancara. “Se so-mos um aliado estratégi-co, então respeitem a Tur-quia, caminhem ao nosso lado”, acrescentou Recep Tayyip Erdogan.
A ofensiva turca em Afri-ne, contra uma milícia curda que é aliada dos Estados Unidos, reavivou a tensão entre Ancara e Washington, aliados na OTAN.
“Dizem que a Turquia é vosso aliado e, por outro, colaboram com os terroristas”, prosseguiu o Presidente turco. “Querem enganar-nos”, acusou. “Quisemos comprar-vos armas, não quiseram. Mas deram armas e munições aos terroristas. Que aliança é essa?”, concluiu Erdogan.

Tempo

Multimédia