Mundo

São Tomé e Príncipe: sete pessoas morrem em naufrágio

Um naufrágio perto da ilha de São-Tomé e Príncipe causou sete mortos e 10 desaparecidos, disse ontem fonte do Governo regional, citada pela Lusa.

Fotografia: DR

“Mais um corpo sem vida, de uma criança, acaba de ser retirado do mar. Deste modo, sobe para sete o número de mortos confirmados e descem para 10 os desaparecidos”, divulgou ao final da tarde de ontem fonte do gabinete do presidente do governo regional do Príncipe, José Cassandra, numa mensagem na rede social Facebook.
O executivo regional, que esteve reunido ontem à tarde na sequência do acidente, decretou três dias de luto e suspendeu as festividades do Dia da Autonomia da região, que se celebraria este fim-de-semana, adiantou a fonte.
O balanço anterior das autoridades são-tomenses dava conta da existência de seis mortos – três adultos e três crianças – e 11 desaparecidos, entre os quais duas cidadãs portuguesas e um francês.
Um total de 55 pessoas foi resgatado com vida. O navio “Anfitriti” fazia com regularidade a ligação entre as ilhas de São Tomé e do Príncipe, uma viagem que dura entre seis a oito horas, e naufragou às primeiras horas da manhã de ontem, próximo da ilha de destino, com mais de 60 pessoas a bordo.

 

Tempo

Multimédia