Mundo

Senadores nigerianos recebem “doações”

Um senador nigeriano, Shehu Sani, revelou que muitos colegas seus recebem “doações” de homens de negócios como forma de compensar os baixos salários que recebem mensalmente do Estado.

Denúncia de Shehu Sani visa desmascarar atitudes erradas

De acordo com este politico, que foi eleito senador pelo partido no poder, disse que “é normal” este tipo de pagamento, que nalguns casos atinge o equivalente em moeda nacional,  37.500 dólares norte-americanos.
Essas “doações” são feitas sem qualquer tipo de comprovativo e os senadores que delas beneficiam podem gastar o dinheiro naquilo que muito bem lhes apetecer sem terem que prestar contas a quem quer que seja.
“Toda a gente sabe que esses pagamentos são feitos, mas como não existem documentos a comprová-lo muitos têm medo de os revelar”, disse o referido senador.
Esta denúncia, segundo Shehu Sani, deve-se a um “dever moral” de “desmascarar” uma situação que vem revelar toda a opacidade que rodeia o funcionamento do Senado nigeriano, considerada uma das instituições menos transparentes da Nigéria.

Tempo

Multimédia