Mundo

Sete deputados abandonam Partido Trabalhista por causa do Brexit e racismo

Sete deputados trabalhistas anunciaram ontem o seu afastamento do partido, invocando discordância com o líder, Jeremy Corbyn, em questões como o “Brexit” e o anti-semitismo, e indicaram que vão criar um novo partido, independente.

Fotografia: DR

Luciana Berger, deputada por Liverpool Wavertree, disse que a decisão era “difícil, dolorosa mas necessária”, porque estava “envergonhada” com o facto de o Partido Trabalhista (Labour) não ter conseguido eliminar o anti-semitismo das suas fileiras.
“Deixo para trás uma cultura de intolerância acossadora e intimidação. Ambiciono um futuro onde sirva com colegas que se respeitam mutuamente”, acrescentou, citada pelo Guardian.

Tempo

Multimédia