Mundo

Síria: Negociações da ONU recomeçam após suspensão devido à Covid-19

O enviado da ONU para a Síria disse que as negociações entre as delegações do governo, oposição e sociedade civil recomeçam hoje após uma pausa forçada de três dias devido a quatro casos de Covid-19 entre os participantes.

enviado da ONU para a Síria, Geir Pedersen .
Fotografia: DR

Geir Pedersen sublinhou que as negociações em Genebra, sob a égide da ONU, são retomadas "com todas as precauções necessárias", depois dos médicos consultados considerarem que aqueles casos positivos não representam qualquer risco adicional de contágio.

As delegações discutem uma possível nova Constituição para a Síria, em guerra desde 2011, no que, segundo Pedersen, representa um "passo importante na direcção certa". A descoberta de casos do novo coronavírus entre os delegados que participavam nas discussões forçou a ONU a suspender a reunião algumas horas depois do seu início na segunda-feira.

<\/scr"+"ipt>"); //]]>--> justify;">A ONU tinha indicado antes esperar que as partes pudessem manter "discussões substantivas" durante a semana, nesta terceira ronda de negociações sobre a Constituição síria. A reunião junta 45 pessoas em representação do governo de Damasco, da oposição e da sociedade civil.

A revisão da Constituição é destacada na resolução 2254, aprovada em Dezembro de 2015 pelo Conselho de Segurança e que prevê ainda a organização de eleições sob supervisão da ONU. As Nações Unidas esperam que o processo abra caminho a uma resolução política do conflito, que já causou mais de 380 mil mortos.

Tempo

Multimédia