Mundo

Suspeito de terrorismo detido em Singapura

Zaky Mallah, o primeiro australiano a ser acusado de terrorismo, foi detido ontem em Singapura a poucos dias da histórica cimeira que irá juntar o Presidente norte-americano, Donald Trump e o líder norte-coreano, Kim Jong-un.

Fotografia: DR

Zaky Mallah é suspeito de preparar um atentado suicida contra alvos governamentais australianos, mas acabou por ser libertado. O australiano viajou até Singapura por estes dias, mas acabou por ser detido e receber ordem de deportação. À imprensa do seu país, Zaky Mallah admitiu que foi interrogado durante cinco horas, com as autoridades de Singapura preocupadas com a possibilidade de constituir um perigo.
Numa altura em que Singapura se prepara para receber a cimeira de 12 de Junho, com os líderes da Coreia do Norte e dos EUA, nada na segurança tem sido descurado. Após interrogatório, Zaky Mallah recebeu ordem de deportação.
O encontro histórico entre o Presidente norte-americano, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, vai decorrer num hotel de luxo na ilha Sentosa, de acordo com um porta-voz da Casa Branca.
O encontro vai começar às 9h00 (2h00 em Angola), indicou Sarah Sanders, na sua página no Twitter. De acordo com a agência noticiosa Associated Press, eram já visíveis, na terça-feira, os trabalhos preparatórios no 'resort', com as fachadas a serem pintadas, tapetes vermelhos a serem estendidos e segurança reforçada.

Tempo

Multimédia