Mundo

Suspensas manifestações em Kinshasa devido à instabilidade política

As autoridades da capital congolesa proibiram qualquer marcha política esta semana, por causa do clima de tensão reinante entre os partidários do Presidente Félix Tshisekedi e os do predecessor, Joseph Kabila, anunciou, no domingo, a Polícia Nacional, de acordo com a AFP.

Fotografia: DR

“Por causa do clima tenso na capital, o governador de Kinshasa proibiu qualquer marcha com carácter político nas ruas, durante a semana”, disse, na televisão local (RTNC), o comandante provincial da Polícia, general Sylvano Kasongo.

O responsável policial instruiu os afectivos a tomarem medidas contra os que desafiarem a proibição. Entretanto, as Forças Armadas Congolesas (FARDC) mataram quatro rebeldes do movimento ADF-NALU, na noite de domingo para ontem, e recuperaram armas de fogo do mesmo grupo, noticiou o jornal local “7sur7”. Esta acção aconteceu depois de combates, quando os rebeldes foram surpreendidos pelas FARDC na zona.

Tempo

Multimédia