Mundo

Terrorista condenado a 20 anos

O único sobrevivente da célula jihadista que levou a cabo os atentados de Paris, em Novembro de 2015, foi condenado a 20 anos de prisão, por um tribunal de Bruxelas.

Fotografia: DR

 Salah Abdeslam foi considerado culpado e condenado pelo crime tentativa de homicídio relacionado com terrorismo por um tribunal belga, diz a BBC.
Em Fevereiro, o Ministério público belga pediu 20 anos de prisão para Abdeslam, único sobreviventes dos atacantes do Bataclan e Stade de France, em Paris, em 13 de Novembro
de 2015, que causaram
130 mortos.
O francês de origem marroquina foi acusado de tentar matar polícias num bairro em Bruxelas, quatro meses após os ataques de Paris, e dias antes do atentado terrorista no aeroporto de Zaventem e no metro de Bruxelas que causou 35 mortos. Salah deve ainda ser julgado
em França.

Tempo

Multimédia