Mundo

Trump acusa China de sabotar reeleição e ameaça com retaliação

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou, esta quinta-feira, a China de estar a tentar interferir na política do país de forma a que venha perder as eleições do próximo mês de Novembro, onde deverá ter pela frente Joe Biden.

Fotografia: DR

"A China vai fazer tudo aquilo que conseguir fazer para que eu perca esta corrida", atirou o responsável político norte-americano, em entrevista concedida à agência noticiosa Reuters, na Sala Oval da Casa Branca, em Washington.

Donald Trump voltou, ainda, a tecer críticas à forma como o país asiático geriu o início da pandemia do novo coronavíurs, e avisou que pode "fazer muita coisa" do ponto de vista das consequências para assegurar que tal não passa em branco.

"Eles estão a usar constantemente relações públicas para tentar fazer passar a ideia de que são parte inocente", lamentou, acrescentando: "Há muitas coisas que posso fazer. Estamos a procurar perceber o que aconteceu".

Na mesma intervenção, o presidente dos Estados Unidos prometeu tudo fazer para tentar recuperar aquela que considera já ter sido "a melhor economia da história", e mostrou-se confiante quanto ao desenvolvimento de uma vacina contra a Covid-19, sublinhando que "as coisas estão a evoluir bastante bem".

Tempo

Multimédia