Mundo

Turquia pede prisão para dois altos chefes

O Ministério Público de Istambul, Turquia, emitiu ontem uma ordem de prisão contra duas pessoas que ocupam altos cargos na Arábia Saudita, Ahmed al-Assiri e Saud al-Qahtani, por estarem alegadamente envolvidos no assassinato do jornalista Jamal Khashoggi.

Jornalista foi assassinado a mando do príncipe saudita
Fotografia: DR

Segundo a televisão turca TRT, a ordem de prisão contra os dois homens, supostamente próximos do príncipe herdeiro Mohamed bin Salman, aponta que são dois dos responsáveis de planear a morte, que ocorreu no consulado saudita em Istambul, a 2 de Outubro.
A agência de notícias turca Anadolu indicou que o Ministério Público pediu o mandado de prisão de Al-Qahtani e Al-Assiri e que um tribunal de Istambul o confirmou depois de o avaliar.
Tanto Saud al-Qahtani, considerado um dos conselheiros mais próximos do príncipe, como o brigadeiro-general

Tempo

Multimédia