Mundo

União Europeia acusada de ingerência nos assuntos internos

As autoridades ugandesas acusaram ontem a União Europeia (UE) de ingerência nos assuntos do país após a adopção de uma resolução que deplora a presumível tortura de políticos da oposição.

Fotografia: DR

O Parlamento da UE adoptou, a 13 de Setembro, uma resolução de 14 pontos na qual exige que o Governo ugandês respeite a autonomia do poder legislativo e abandone as acusações contra o deputado Robert Kyagulanyi, mais conhecido por "Bobi Wine", e todas as outras pessoas detidas durante os eventos políticos de Agosto.
As autoridades ugandesas consideram inaceitável a iniciativa do Parlamento europeu.

Tempo

Multimédia